Não diminua a alimentação das suas novilhas

Não diminua a alimentação das suas novilhas

02 de junho, 2022

O ânimo de muitos produtores leiteiros americanos foi impulsionado pelo desempenho de suas fazendas no primeiro trimestre de 2022. Com preços do leite significativamente mais altos, na comparação mês a mês com a ano anterior, a maioria das fazendas está tendo margens lucrativas, de acordo com Trent Dado, consultor independente de nutrição e gerenciamento da GPS Consulting.

“Muitas fazendas comentaram sobre balanços muito saudáveis ​​no primeiro trimestre, embora os preços da alimentação dos animais estivessem bastante elevados”, observa Dado. “Aqueles que travaram os preços dos alimentos no verão passado ou no início do outono estão realmente indo bem porque conseguiram capitalizar com dietas mais baratas”.

Dado comentou que as flutuações nos ingredientes das dietas se comportaram de maneira diferente, haja vista que os produtos gordurosos começaram a mostrar sinais de aumento de custos recentemente. “As gorduras realmente começaram a aumentar os preços, há mais de um ano, e continuaram tendo um aumento bastante linear desde então”, diz ele.

Dado compartilha que a proibição da Indonésia de algumas exportações de óleo de palma afetará os custos de alimentação. Ele diz que os mercados de óleo e gordura continuam sendo um ponto de interrogação e um grande obstáculo para os produtores de leite, especialmente aqueles que têm uma dieta de alta produção.

Ao procurar substituir por outro produto e se afastar da gordura, Dado aconselha trabalhar com um nutricionista como a melhor forma de se adaptar às mudanças. “Cabe realmente aos produtores e seus conselheiros observar as vacas e analisar os componentes da dieta, em particular, para garantir que eles possam fornecer toda a energia necessária, sem sobrecarregar o rúmen e a saúde dos animais”, diz ele. “Alimentar vacas de alta produção sem gordura é definitivamente difícil.”

Manejo alimentar das novilhas

Como os custos da alimentação aumentaram significativamente, no comparativo anual, Dado diz que não se deve trocar a alimentação das novilhas, mesmo que elas sejam vistas como uma despesa para a sua fazenda. “Não diminua a alimentação das novilhas ou dê alimentação ruim”, diz ele. “Qualidade importa. Sempre há novas pesquisas em torno da importância do crescimento e desempenho [da recria] no desenvolvimento das lactações, especialmente na primeira lactação.”

Ele diz que se os produtores estão preocupados com os custos de alimentação das novilhas, eles precisam usar isso como um ponto de partida para uma conversa com seu nutricionista. “Os produtores podem produzir ou ter acesso a diferentes forragens que são mais propícias para a criação de novilhas”, diz Dado.

Os produtores têm aproveitado a alimentação de forragens de grãos pequenos, especialmente centeio no Centro-Oeste [dos EUA]. Dado incentiva os produtores a encontrarem subprodutos que se encaixem na dieta das novilhas, porque elas não requerem tanta energia, mas ainda precisam de forragens de alta qualidade.

“Acho que será um daqueles anos em que os produtores terão que aguentar firme e pagar um pouco mais pela alimentação das novilhas”, diz ele. “Da forma como as commodities estão sendo precificadas, cada acre possível provavelmente será destinado ao milho e à soja.”

Dicas adicionais na criação de novilhas

Brian Vaassen, gerente de negócios da Standard Dairy Consultants, oferece as seguintes dicas para a criação de novilhas.

Grupos mais homogêneos são recomendados – As dietas são balanceadas com base no peso. Ter grupos de animais com peso mais homogêneo permite que as dietas sejam mais focadas no ponto de equilíbrio, tornando-as mais eficientes para as novilhas deste grupo.

Descarte cedo – Ainda acho que há espaço para mais seleção no desmame das novilhas. As taxas de descarte são muito baixas após o desmame e as taxas de prenhez são altas. Devemos saber exatamente quantas novilhas precisamos para substituir o rebanho.

Manejo forte de novilhas – Isso inclui controlar as moscas no verão, o que ajuda a melhorar a eficiência alimentar. Vaassen também recomenda o uso de Ionóforo, que ajuda na eficiência alimentar. Finalmente, um ambiente seco e bem ventilado é vital. Por exemplo, em condições lamacentas, precisamos aumentar as necessidades de energia em 10-15% para compensar a energia necessária para se mover pelo lamaçal.

 

Fonte: Dairy Herd Management

Escrito por: Karen Bohnert

Disponível em: www.dairyherd.com/news/business/dont-shortchange-feeding-heifers

Traduzido e adaptado pela Equipe do Canal do Leite

  • EUA: Jersey bate todos os recordes de produção mais uma vez

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    EUA: Jersey bate todos os recordes de produção mais uma vez

  • Velocidade de ordenha e lesões nos tetos

    Jeferson Luiz Piccoli

    Especialista em Sistemas de Ordenha

    Velocidade de ordenha e lesões nos tetos

  • Qual devo escolher: Transferidor ou Canalizada?

    Jeferson Luiz Piccoli

    Especialista em Sistemas de Ordenha

    Qual devo escolher: Transferidor ou Canalizada?

Proluv
Top