Jeferson Luiz Piccoli


Especialista em Sistemas de Ordenha

jefersonordenhadeiras@hotmail.com

PUBLICAÇÕES

Importância da manutenção preventiva em sistemas de ordenha

14 de setembro, 2021

Olá amigos do canal do leite, é um grande prazer tê-los novamente conosco. Tivemos alguns questionamentos e, hoje, vamos respondê-los aqui em nossa coluna.

Muitos tem nos perguntado sobre a importância da manutenção preventiva em sistemas de ordenha. Normalmente, o que acontece – na prática – é o produtor procurar um técnico quando seu equipamento para de funcionar. Isto é um erro gravíssimo!

Quando um produtor de grãos coloca a semente na terra, antes ele já fez uma boa regulagem de sua plantadeira, para não ter erros no plantio. E assim, da mesma forma, acontece na colheita: maquina revisada e regulada.

Mas, porque isso não acontece na atividade leiteira? Talvez por custo? Tempo? Disponibilidade de técnicos capacitados? Pessoalmente, acredito que seja muito mais por motivo de costume mesmo.

Porém, toda manutenção que ocorre de forma preventiva, além de ser mais barata, nos traz uma economia de tempo. Isto porque evitamos a parada do equipamento naquela hora que mais precisamos: A HORA DA ORDENHA!

E estes imprevistos acontecem quando? Normalmente, no sábado à tarde, no domingo, em um feriado ou mesmo naquele dia que estamos com a casa cheia e tudo fica atrasado.

O que devemos fazer em uma manutenção preventiva?

  • Medição do vácuo na bomba de vácuo;
  • Regulagem de óleo;
  • Limpeza do sistema de vácuo;
  • Limpeza do regulador de vácuo;
  • Medição do vácuo na ponta do teto;
  • Medição do vácuo estático;
  • Troca de teteiras se necessário (observar recomendação do fabricante);
  • Troca de mangueiras se necessário;
  • Regulagem de pulsadores.

A manutenção preventiva nos traz ótimos resultados e a garantia de ter um equipamento funcionando corretamente.

Vejam os exemplos abaixo:

1) Limpeza em geral

2) Equipamento muito utilizado em salas de ordenha com rotinas curtas de ordenha, o qual trabalha com níveis médios de exigências de kpa e tem a melhor relação custo benefício por sua versatilidade

3) Unidade de Ordenha

4) Sistema de linha de leite

5) Sistema de Limpeza

Dica do Jefão:

Não importa o tamanho ou o modelo do seu sistema de ordenha, procure um técnico habilitado para fazer a montagem e manutenção dos equipamentos. Não acredite somente em palavras, procure fatos e ações. E, mais importante, informe-se sobre o profissional ao qual você estará entregando o local onde você colhe os frutos da sua atividade leiteira.

Lembre-se: “ORDENHAR SEMPRE COM UMA ORDENHA NOVA, MESMO QUE ELE TENHA 20 ANOS DE USO”

Sugestões de assuntos e dúvidas, questões e mesmo criticas serão muito bem vindas.

Um abraço Jefão.

 

Proluv
Top