Marcelo de Paula Xavier


Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

canaldoleite@terra.com.br

PUBLICAÇÕES

SHELLY: a primeira vaca Jersey a ultrapassar as 400 mil libras de leite

23 de julho, 2021

Autor: Marcelo de Paula Xavier, M.Sc.*

 

Em junho de 2019, uma vaca Jersey fantástica foi homenageada pela associação americana da raça (AJCA), durante a assembleia anual da entidade em Saratoga Springs (N.Y.).

Por sua produção espetacular, Mainstream Jace Shelly (EX-91) recebeu os 3 prêmios dados pela AJCA para totais vitalícios: leite, gordura e proteína. Falecida naquele mesmo ano, ela era de propriedade de Randy e Jana Kortus, que tiveram grande destaque na criação de gado leiteiro no estado de Washington.

Foi o quinto ano consecutivo que Shelly venceu todas as divisões do concurso vitalício de produção da AJCA. Mas, em 2019, ela ultrapassou duas marcas importantes na raça Jersey: 400.000 libras de leite e 20.000 libras de gordura, ao atingir os totais vitalícios de 406.683 e 20.159 libras, respectivamente.

Convertendo para medidas mais familiares, em sua longa vida produtiva de 4.331 dias, Shelly produziu – em 9 lactações – 184.468 kg de leite, com 4,96% de gordura e 3.73% de proteína; ou seja, com a impressionante média geral de 42,6 kg de leite por dia. Mas, em sua melhor lactação ela produziu 17.331 kg de leite, em 305 dias, com média diária de 56,8 kg!

Com essas marcas, Shelly se tornou a líder mundial de produção vitalícia na raça Jersey de todos os tempos – e nas 3 medidas (leite, gordura e proteína) – batendo as marcas de outra vaca lendária, Duncan Hibrite of Familly Hill, que foi detentora dos recordes por vários anos.

Segundo Randy Kortus, Shelly tinha grande apetite, alta persistência e uma personalidade muito especial. “Ela produzia sempre acima de 32.000 libras de leite em 365 dias, mas tinha que ser ordenhada no mesmo local todas as vezes e realmente só gostava de ser ordenhada pela minha falecida esposa, Jana.”

Randy conta que, na verdade, eles nunca tinham pensado sobre o recorde que Shelly acabou vindo a alcançar, mas sempre buscaram animais longevos e produtivos. “Prestávamos muita atenção em fazer lactações acima das 300.000 libras de leite e tivemos mais de 20 vacas que atingiram esta marca.”

Na Fazenda Mainstream, dependendo da época, o casal costumava ordenhar entre 70-100 vacas das raças Jersey, Holandesa e Ayrshire. Todavia, em março de 2020, surgiu uma boa oportunidade e eles decidiram vender o rebanho leiteiro, que acabou indo para 3 países e 4 estados americanos diferentes.

“Tínhamos um barracão de free-stall, com camas de serragem. Nós alimentávamos as vacas com uma dieta balanceada, mais feno a vontade e pasto, de abil a outrubro. Tratávamos 6 vezes por dia e tentávamos obter os alimentos da melhor qualidade que pudéssemos produzir ou comprar. Nossa dieta incluía silagem de milho, feno de alfafa, feno de aveia ou grama, pré-secado e ração concentrada", explica ele.

Além de Shelly, a Mainstream foi um celeiro de outros animais excepcionais. A fazenda criou 4 vacas que figuram entre as 10 maiores lactações de Jersey nos EUA, todas com produções médias acima de 54 kg/dia, sendo que a vaca Mainstream Barkly Jubillee é a recordista mundial de produção de leite da raça, fechando uma lactação com média de 69,1 kg/dia.

Randy salienta, ainda, que eles sempre buscaram vacas com boa conformação, bons úberes e força leiteira. Outro aspecto importante ressaltado por ele é a recria. "Criamos vacas por 40 anos e tudo começa com a criação de bezerras saudáveis. Usávamos muito probiótico, em um esforço para que as bezerras não ficassem doentes um dia sequer na vida."

Mas, o grande segredo do sucesso do casal era que eles amavam o que fazíam todos os dias. Além disso, Randy acredita que eles foram abençoados com o gado de base que encontraram e com os acasalamentos que construíram o rebanho. "Não importa a raça, mas nós conquistamos isso", exalta ele.

Quanto à Shelly, esta vaca espetacular que produziu muito, mas muito mesmo, Randy finaliza dizendo que "libra por libra, ela foi a vaca de leite mais produtiva de todos os tempos!” 

____________________________________________________________________________________________________________

*Marcelo de Paula Xavier, produtor rural, formado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, com Mestrado em Agronegócios pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Foi presidente da Associação de Criadores de Gado Jersey do Brasil por 2 mandatos consecutivos.

Proluv
Top