Aumento de importações e exportações de lácteos em maio

Aumento de importações e exportações de lácteos em maio

30 de junho, 2020

Os volumes de produtos lácteos importados e exportados pelo Brasil em maio aumentaram frente ao mês anterior. Segundo o Boletim do Leite do CEPEA, as altas cotações do dólar geraram um cenário positivo para os embarques nacionais. O total de lácteos vendido ao mercado externo foi de 2,4 mil toneladas em maio, alta de 21,7% frente ao volume de abril. As importações, por sua vez, aumentaram devido à baixa oferta de derivados no mercado doméstico.

O leite condensado e o creme de leite, juntos, representaram 72,5% do volume total exportado pelo Brasil em maio. Para o primeiro derivado, os embarques totalizaram 1,2 mil toneladas e, para o segundo, 560 toneladas. Isto representou aumentos de 76,5% e 50,5%, respectivamente, frente a abril. As cotações médias desses produtos no mercado internacional foram de US$ 2,26/ kg e US$ 3,77/kg, reduções de 6,3% e 8% em relação aos valores médios do mês anterior.

As importações de lácteos também apresentaram aumento no volume total. Este cenário está atrelado à escassez de matéria-prima no mercado interno, devido ao período de entressafra e aos impactos da pandemia.

A desaceleração pontual da demanda afetou a produção de leite. O volume importado de leite em pó, que representou 47,6% do total em maio, foi de 3,6 mil toneladas, alta de 6,7% na comparação com o mês anterior. O segundo produto mais adquirido foi o soro de leite. Com participação de 28,7%, as compras do produto somaram 2,1 mil toneladas, o dobro do volume registrado em abril/20.

A quantidade total importada de lácteos esteve 45,8% abaixo dos patamares de maio/19, o que está diretamente relacionado à redução das compras de leite em pó, queijos e manteiga também no comparativo anual.

Balança Comercial

Em termos de receita, a balança comercial registrou déficit de US$ 19,1 milhões em maio, aumento de 1,7% em relação ao registrado em abril. Em volume, o déficit foi de 5,1 mil toneladas, elevação de 22,8% na mesma comparação. Mesmo com o aumento do total importado, que influenciou no aumento do déficit, este volume ainda é um dos menores dos últimos dois anos.

 

Fonte: CEPEA - Boletim do Leite (Junho/2020)

  • Jeferson Luiz Piccoli

    Especialista em Sistemas de Ordenha

    "Mitos" e "Verdades" sobre medidores e extratores de teteiras

  • Mapeando as bases da genealogia do Gado Jersey

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    Mapeando as bases da genealogia do Gado Jersey

  • A importância do tamanho de partículas da dieta total

    João Ricardo Alves Pereira

    Zootecnista, Doutor em Nutrição Animal e Pastagens

    A importância do tamanho de partículas da dieta total

Proluv
Top