Boa notícia: Queijos puxam alta do leite entre maio e começo de junho

Boa notícia: Queijos puxam alta do leite entre maio e começo de junho

20 de junho, 2020

Os queijos registraram forte alta no atacado entre final de maio e o primeiro decêndio de junho, puxando para cima o valor de referência para o leite pago aos produtores rurais definido pelo Conseleite Paraná. O colegiado, formado por representantes dos produtores de leite e das indústrias de produtos lácteos, se reuniu por videoconferência na última terça-feira (16) para apresentar a evolução dos preços dos produtos que compõem o mix de comercialização, formados por 14 diferentes derivados do leite.

Segundo a professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Vânia Guimarães, uma das responsáveis pelos trabalhos técnicos do Conseleite Paraná, este ano o mercado de lácteos está marcado pela alta volatilidade de preços. Na opinião da docente, os resultados observados entre o final de maio e início e junho mostram uma combinação de fatores: de um lado um aumento na demanda, do outro uma redução na oferta de leite decorrente da entressafra no campo. 

Desta forma, alguns produtos, em especial os queijos, apresentaram alta significativa na previsão de preços realizada com base nos primeiros 10 dias de junho.  O muçarela, que em maio fechou em R$ 16,64 o quilo, teve a previsão para junho ajustada para R$ 20,64. 

Da mesma forma o queijo prato, que registrou em maio valor de R$ 20,18, para junho a previsão foi de R$ 22,76. O Provolone fechou em R$ 22,45 em maio e sua previsão para o mês de junho ficou em R$ 24,02. 

Outro produto que contribuiu para a alta no valor de referência foi o leite UHT, cotado a R$ 1,32 em maio, que chegou a R$ 1,53 na previsão de junho. O leite spot, seguiu a mesma tendência, passando de R$ 1,66 em maio para R$ 1,87 na projeção de junho. Outros produtos do mix de comercialização acompanhados pelo Conseleite Paraná apresentaram altas mais modestas entre os preços consolidados em maio e a previsão para junho. 

Assim, o valor de referência para o leite padrão entregue em maio, para pagamento em junho, ficou em R$ 1,3046, apontando redução de 4,9% frente ao valor de abril. Contudo, para junho, a projeção aponta para alta de 18,7% em relação ao valor projetado em maio, sendo cotado a R$ 1,5155.

 

Fonte: FAEP - Federação da Agricultura do Paraná

  • Os cuidados com a anotação de dados e os impactos na avaliação genética

    Victor Breno Pedrosa

    Zootecnista, Prof. Dr. de Melhoramento Animal e Estatística

    Os cuidados com a anotação de dados e os impactos na avaliação genética

  • A importância do uso da “Ração Total Misturada” (TMR)

    João Ricardo Alves Pereira

    Zootecnista, Doutor em Nutrição Animal e Pastagens

    A importância do uso da “Ração Total Misturada” (TMR)

  • JUBILEE: recordista mundial de produção de leite na raça Jersey

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    JUBILEE: recordista mundial de produção de leite na raça Jersey

Proluv
Top