Com discordâncias, mais duas entidades deixam o conselho Conseleite-RS

Com discordâncias, mais duas entidades deixam o conselho Conseleite-RS

21 de novembro, 2021

O Conseleite/RS está sofrenfo um processo de esvaziamenta. Dias atrás, a Fetag-RS já havia anunciado o rompimento com o conselho paritário (de produtores de leite e indústria láctea) e, agora, mais duas entidades importantes demonstram sua insatisfação.

Em nota conjunta, a Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando) e a Associação de Criadores de Gado Jersey do Rio Grande do Sul (Jersey-RS) informaram, nesta sexta-feira (20/11), a decisão de não participar mais das reuniões do conselho momentaneamente.

A exemplo do que já ocorreu com a Fetag, a decisão da Gadolando e da Jersey-RS é resultado da discordância das entidades em relação à fórmula de cálculo do preço do leite ao produtor. Os produtores entende que o modelo usado para determinar o valor da matéria-prima tem provocado perdas aos pecuaristas leiteiros, que se acentuaram neste momento de crise econômica vivida no país, com altos índices de inflação, desemprego e perda de renda da população.

“Em reunião realizada nesta sexta-feira, 19 de novembro de 2021, a Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando) e Associação de Criadores de Gado Jersey do Rio Grande do Sul (Jersey-RS), decidiram, conjuntamente, não participar, por hora, das reuniões do Conselho Paritário Produtores/Indústrias de Leite do Estado do Rio Grande do Sul (Conseleite). Tal decisão deve-se ao fato de as entidades não concordarem com o presente modelo de discussão que leva à conclusão do preço base do leite, pois as indústrias trabalham com dados altamente atualizados e não admitem o mínimo prejuízo ou diminuição de lucro, enquanto os dados do custo de produção são desatualizados e o produtor não tem paridade de disputa para amenizar o seu prejuízo. Assim, as entidades entendem que não podem continuar endossando um índice que só interessa ao segmento industrial.”

 

 

Fonte: AGROemDIA

  • Por que o número de vacas Jersey vem aumentando na América do Norte?

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    Por que o número de vacas Jersey vem aumentando na América do Norte?

  • Veronica continua mostrando porque é uma das maiores vacas Jersey de todos os tempos

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    Veronica continua mostrando porque é uma das maiores vacas Jersey de todos os tempos

  • Importância da manutenção preventiva em sistemas de ordenha

    Jeferson Luiz Piccoli

    Especialista em Sistemas de Ordenha

    Importância da manutenção preventiva em sistemas de ordenha

Proluv
Top