EUA: Com consumidores encontrando conforto em sorvete e manteiga durante a pandemia, a demanda por lácteos atinge novo pico

EUA: Com consumidores encontrando conforto em sorvete e manteiga durante a pandemia, a demanda por lácteos atinge novo pico

04 de outubro, 2021

A demanda por produtos lácteos continua sendo um ponto alto para o setor nos Estados Unidos. Enquanto os custos dos insumos aumentam, a inflação e os problemas trabalhistas continuam a crescer, a demanda tem sido uma constante para os produtores de leite americanos. Não apenas nos últimos 12 meses, mas mesmo após o início das restrições aos restaurantes devido à pandemia de COVID-19.

Nesta semana, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) trouxe um panorama atualizado da demanda doméstica de laticínios, mostrando que – durante a pandemia – os consumidores encontraram conforto em produtos lácteos, como manteiga e sorvete. A mudança na demanda ajudou a amortecer a súbita perda de vendas nos restaurantes, no início da pandemia.

 “Superamos as expectativas”, disse Matt Herrick, vice-presidente sênior de comunicações da International Dairy Foods Association (IDFA). “Acho que as expectativas eram (de que) o consumo caísse ou ficasse estagnado. Bem, quando olhamos para os dados de consumo que o USDA divulgou ontem, é realmente notável, pois vimos que o americano médio consumiu três libras a mais de produtos lácteos em todos os segmentos em 2020”.

Lácteos cumprindo seu papel

O Serviço de Pesquisa Econômica (ERS) do USDA mostra que, em 2020, o americano médio consumiu 655 libras de lácteos, o que é 3 libras a mais do que no ano anterior. E o consumo adicional não vem das vendas tradicionais de leite fluido, mas de produtos como iogurte, manteiga e sorvete.

“Houve alguns meses em que vendíamos 30% mais sorvete nos supermercados e 20% a 25% mais manteiga”, diz Herrick. “Foi aí que vimos diferentes segmentos da indústria puxando alguns dos outros segmentos para a frente. Portanto, o leite ficou estável, o queijo ficou estável, e o queijo tem sido o grande impulsionador do consumo por alguns anos. Mas, em 2020, vimos a manteiga impulsionando o consumo; subiu 3%. Vimos sorvete, que estava estável por alguns anos, aumentando o consumo em 6%.”

Os dados da ERS mostram que, em geral, o consumo de lácteos continua subindo, o que é um sinal de demanda saudável para o setor nos Estados Unidos, em um momento em que a demanda de lácteos continua a se manter no quadro geral do preço do leite.

“O setor de laticínios está entregando”, diz Herrick. “E os lácteos são diferentes em termos de como consumimos os produtos. Costumávamos beber muito mais laticínios há uma geração e hoje comemos muito mais produtos lácteos. Fazemos isso com sorvete, queijo e iogurte, e com alguns desses outros segmentos. É realmente uma notícia excelente para o setor em geral, para produtores e processadores e qualquer pessoa envolvida nessa indústria."

Preocupações com a COVID-19

Mesmo com um aumento nos casos de COVID-19 recentemente, em todo o país, as preocupações com a demanda doméstica ainda não se solidificaram.

“Os consumidores estão gastando tanto quanto gastavam antes da pandemia, em restaurantes e outros locais como bares, esse tipo de coisa”, diz Jackson Takach, economista-chefe da Farmer Mac. “Então, estamos de volta em termos de dólares totais, mas não é o mesmo em todo o país.”

Recuos esporádicos devido ao aumento das restrições de COVID-19 também criaram alguns problemas pontuais com a demanda.

“No país, acho que a demanda está bastante sólida, mas seria bom se nossa economia não estivesse tão desarticulada. Com isso, quero dizer que uma cidade abre os restaurantes e eles recuam um pouco devido a restrições ou algum distanciamento social ”, diz Jim Ostrom, da Milk Source.

Válvula de liberação de demanda

Mesmo com as preocupações sobre a possível redução da demanda dos restaurantes, no geral, a demanda por lácteos ainda é um ponto positivo, com as exportações continuando a mostrar força.

“Os mercados estão realmente firmes até agora este ano, o tempo todo”, disse Ben Laine do RaboFinance. “Realmente, desde o início da COVID, vimos as exportações surpreendentemente fortes. E isso tem sido um ponto realmente positivo e que nos ajudou enquanto saíamos de 2020, onde a intervenção do governo, com algumas compras de alimentos, com muito apoio do governo, realmente ajudou a apoiar os mercados aqui nos EUA ”.

“Você tem essa válvula de escape e isso vai ser os mercados de exportação e, em seguida, mais consumo de leite fluido em todo o país, visto que vimos escolas reabrir, como vimos reabrir alguns restaurantes”, acrescenta Takach. “Acho que também tem sido uma boa válvula de escape para o setor de laticínios.”

 

Fonte: Dairy Herd Management

Tradução: Equipe Canal do Leite

Disponível em: www.dairyherd.com/news/exports/consumers-find-comfort-ice-cream-and-butter-during-pandemic-usda-shows-dairy-demand

 

  • Veronica continua mostrando porque é uma das maiores vacas Jersey de todos os tempos

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    Veronica continua mostrando porque é uma das maiores vacas Jersey de todos os tempos

  • Importância da manutenção preventiva em sistemas de ordenha

    Jeferson Luiz Piccoli

    Especialista em Sistemas de Ordenha

    Importância da manutenção preventiva em sistemas de ordenha

  • La Vaque dé Jèrri traduz o amor e o orgulho da Ilha pela raça Jersey

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    La Vaque dé Jèrri traduz o amor e o orgulho da Ilha pela raça Jersey

Proluv
Top