Importações caem após cinco meses de alta

Importações caem após cinco meses de alta

20 de novembro, 2022

Depois de cinco meses registrando altas consecutivas nos volumes de lácteos importados, em outubro, o total adquirido pelo Brasil recuou 15,4% frente ao mês anterior, com 172,3 milhões de litros em equivalente leite (dados da Secex). Ainda assim, é importante destacar que a quantidade internalizada de lácteos em outubro permanece em patamar bastante elevado, sendo 80,8% acima da quantidade importada no mesmo mês de 2021.

A retração das importações está associada principalmente à diminuição das compras de leite em pó e queijos, uma vez que o consumo doméstico tem se mantido enfraquecido e os preços internos, em baixa.

As compras de leite em pó foram 80,1% do total adquirido pelo Brasil em outubro, somando 138,1 milhões de litros em equivalente leite. Isto representa uma queda de 13,7% em relação a setembro/22, mas ainda com forte alta de 118,9% em comparação com outubro/21. As compras externas de queijos totalizaram 32,5 milhões de litros em equivalente leite em outubro/21, recuo de 22,8% na comparação mensal, mas avanço de 5,9% na anual.

As exportações de derivados lácteos, por sua vez, também diminuíram em outubro. O Brasil embarcou 4,9 milhões de litros em equivalente leite, recuos 38,6% frente ao mês anterior e de 31,4% em relação a outubro/21. Inclusive, as vendas externas de outubro foram as menores deste ano, conforme indicam dados da Secex. As negociações externas de queijos foram as que mais caíram de setembro para outubro, passando de 3,5 milhões de litros em equivalente leite para 1,9 milhão de litros, queda de 44,4%. Em um ano, a diminuição nos embarques de queijos foi de 44,5%.

Balança Comercial

A balança comercial fechou com déficit de US$ 85,9 milhões em outubro, redução de 13,7% após cinco meses seguidos de alta. Em volume, o déficit foi de 167,2 milhões de litros em equivalente leite, baixa de 14,4% em relação a setembro/22.

 

Fonte: CEPEA – Boletim do Leite / Outubro 2022

  • Etapas de higienização por sistema Clean in Place (CIP) e latão ao pé

    Gabriel Augusto Marques Rossi

    Médico Veterinário - Professor Dr. Unesp/Jaboticabal

    Etapas de higienização por sistema Clean in Place (CIP) e latão ao pé

  • EUA: Jersey bate todos os recordes de produção mais uma vez

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    EUA: Jersey bate todos os recordes de produção mais uma vez

  • Velocidade de ordenha e lesões nos tetos

    Jeferson Luiz Piccoli

    Especialista em Sistemas de Ordenha

    Velocidade de ordenha e lesões nos tetos

Proluv
Top