Avalie a lucratividade do sêmen

Avalie a lucratividade do sêmen

24 de junho, 2021

Graças ao aprimoramento tecnológico, há uma série de opções e faixas de preço quando se trata de escolher o sêmen para inseminar suas vacas. Que tipo de sêmen você deve usar? Isso depende dos objetivos do seu programa reprodutivo, mas Victor Cabrera – da Universidade de Wisconsin – desenvolveu um conceito de avaliação para ajudar a tornar a decisão mais fácil.

A equação é relativamente simples: receita com os bezerros sobre custos do sêmen. “Se a vaca vai ser emprenhada, quão eficiente e lucrativa será essa prenhez?” ele pergunta.

Um estudo recente conduzido por Cabrera enfatiza a importância do planejamento de cenários ao determinar a escolha de sêmen mais lucrativa para sua fazenda. O estudo analisou uma fazenda de 100 vacas. O rebanho teve uma taxa de reposição de 30% ao ano, o que significa que 30 novilhas são necessárias anualmente e 30 vacas deixam a fazenda sem ter um bezerro.

Assumiu-se que fazenda tem três níveis de desempenho reprodutivo: baixo, médio e alto. As vacas foram inseminadas com sêmen sexado, sêmen convencional e sêmen de corte, de acordo com seu estágio de vida e desempenho reprodutivo. Embora a fórmula possa parecer complicada, é semelhante a uma equação de receita sobre custo de alimentação.

“Faremos um balanço entre quanto dinheiro será ganho com os diferentes tipos de sêmen, versus quanto dinheiro vai custar o sêmen”, explica Cabera.

O que ele descobriu é que a escolha do sêmen depende inteiramente do objetivo da fazenda, mas as estratégias de uso do sêmen devem ser influenciadas pelo mercado. Assim que o número-alvo de fêmeas de reposição desejado pela fazenda for alcançado, é hora de avaliar o mercado. Os preços dos bezerros de corte estão altos o suficiente para merecer o uso de sêmen de corte, agregando valor aos bezerros? Talvez o mercado de fêmeas de reposição possa sustentar uma venda de novilhas, feitas com sêmen sexado.

Ele também descobriu que o uso de sêmen sexado é mais limitado pelo preço do que pelo desempenho. Embora seja uma forma eficaz de emprenhas as vacas, Cabrera descobriu que os custos superam os benefícios, se o número-alvo de fêmeas de reposição da fazenda foi alcançado. Se houver uma oportunidade de vender fêmeas de reposição, o uso de sêmen sexado faz sentido.

Cabrera descobriu que fazendas com uma alta taxa de prenhez, ou maior eficiência reprodutiva, são mais propensas a serem afetadas por quedas nos preços dos bezerros. Isso provavelmente ocorre porque eles têm mais bezerros para vender. 

Por outro lado, fazendas com menor eficiência reprodutiva são mais sensíveis aos preços do sêmen. É claro que quanto mais doses de sêmen forem necessárias para emprenhar uma vaca, mais custará a prenhez quando ela conceber.

 

Escrito por: Anna-Lisa Laca

Fonte: Special Report: Beef on Dairy Dairy / Herd Management 

Tradução: Equipe Canal do Leite

  • Por que o número de vacas Jersey vem aumentando na América do Norte?

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    Por que o número de vacas Jersey vem aumentando na América do Norte?

  • Veronica continua mostrando porque é uma das maiores vacas Jersey de todos os tempos

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    Veronica continua mostrando porque é uma das maiores vacas Jersey de todos os tempos

  • Importância da manutenção preventiva em sistemas de ordenha

    Jeferson Luiz Piccoli

    Especialista em Sistemas de Ordenha

    Importância da manutenção preventiva em sistemas de ordenha

Proluv
Top