CEPEA: Importação recua, mas segue em patamar elevado

CEPEA: Importação recua, mas segue em patamar elevado

04 de janeiro, 2023

Pelo segundo mês consecutivo, as importações brasileiras de derivados lácteos caíram em novembro. Dados da Secex indicam que, no mês, foram importados 152,8 milhões de litros em equivalente leite, queda de 11,3% frente ao volume de outubro/22, mas expressivos 79,1% acima do de novembro do ano passado. De janeiro a novembro de 2022, o Brasil importou 1,179 bilhão de litros em equivalente leite, 21,4% a mais que no mesmo período de 2021.

O principal produto lácteo adquirido pelo Brasil foi o leite em pó, totalizando 125,2 milhões de litros em equivalente leite, com recuo de 9,3% em relação a outubro/22, mas alta de 136,3% frente ao de novembro/21. A Argentina e o Uruguai foram os maiores fornecedores do Brasil, somando, juntos, envios de 223,5 milhões de litros em equivalente e representando 92,8% no total importado pelo País.

Ainda de acordo com a Secex, as exportações totalizaram 6,2 milhões de litros em equivalente leite em novembro, crescimento de 25,3% na comparação mensal, mas recuo de 12,4% na anual. De janeiro a novembro de 2022, as compras externas de lácteos somam 124,9 milhões de litros em equivalente leite, sendo 15,4% menores do que as do mesmo período de 2021.

Em novembro, as vendas externas de queijos (que representaram 51,4% do total exportado) aumentaram 61,4%, totalizando 3,2 milhões de litros em equivalente leite, com destaque para o crescimento nos embarques de queijos finos (pasta mofada) e muçarela (não curado). Os principais destinos dos queijos brasileiros foram Rússia (31,7%), Estados Unidos (20,1%), Argentina (14,2%) e Taiwan (14,2%).

Apesar da queda mensal de 22,8%, os embarques de leite condensado ainda representaram 18,8% do total exportado pelo Brasil em novembro e tiveram como destino Chile (25,8%), Paraguai (22%), Argentina (13%), Estados Unidos (10,1%) e Cuba (9,7%). Em terceiro lugar estiveram as vendas de leite em pó, que somaram 689 mil litros em equivalente leite em novembro – volume quase 14 vezes maior que o de outubro/22 – e representaram 11% do total escoado pelo País.

Balança comercial

Com a queda nas importações e aumento das exportações, o déficit da balança comercial de lácteos brasileira diminuiu. Em termos de receita, o saldo melhorou 16% de outubro para novembro, chegando a negativos US$ 72,1 milhões. Em volume, o déficit ficou 12,3% menor, totalizando 146 milhões de litros em equivalente leite.

 

Fonte: CEPEA - Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada

  • Etapas de higienização por sistema Clean in Place (CIP) e latão ao pé

    Gabriel Augusto Marques Rossi

    Médico Veterinário - Professor Dr. Unesp/Jaboticabal

    Etapas de higienização por sistema Clean in Place (CIP) e latão ao pé

  • EUA: Jersey bate todos os recordes de produção mais uma vez

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    EUA: Jersey bate todos os recordes de produção mais uma vez

  • Velocidade de ordenha e lesões nos tetos

    Jeferson Luiz Piccoli

    Especialista em Sistemas de Ordenha

    Velocidade de ordenha e lesões nos tetos

Proluv
Top