Perpetuando as coisas boas

Perpetuando as coisas boas

29 de abril, 2019

Escrito por LAURA HOLTZINGER*, publicado no dia 19 de abril de 2019, na revista Progressive Dairyman, com tradução da Equipe Canal do Leite.

 

Estes são os tempos mais difíceis na história da produção de leite, com altos custos e baixos preços de mercado. As conversas e o clima entre produtores de leite e agricultores de modo geral refletem isso. Pode ser desanimador, insatisfatório e, francamente, deprimente.

Estamos todos vivendo isso de alguma forma, mas em vez de ficarmos nos debatendo no escuro, e se mudarmos o roteiro? Vamos nos concentrar nas nossas alegrias. Vamos compartilhar nossas motivações, conquistas e prazeres.

Recentemente, incentivei um grupo de agricultores a destacar seus momentos de felicidade cotidiana. Fiquei impressionada e revigorada com a qualidade e o volume das respostas.

 

Alegre-se no bezerreiro

Filhotes exultantes parecem produzir um excedente de satisfação entre os produtores. Fazendeiros compartilham comigo beijos de bezerros, a energia e a emoção enquanto eles pulam para curtir suas camas recém-colocadas e como é gratificante ver os pequenos crescerem e prosperarem.

Aimee Jo Wittmann diz que ela está exultante com os "saltos e brincadeiras" e vendo a feliz e saudável excitação de um bezerro com “uma barriga cheia e uma cama macia de palha".

"Eu mimo meus bezerros porque eles me dão alegria pela vida", diz ela.

Para Melissa Cantor, é a sensação especial de absoluta alegria quando os bezerros desmamados a reconhecem em uma visita.

A gratidão e o amor que os bezerros irradiam fazem com que as provações, cargas de trabalho pesadas e dias longos pareçam mais fáceis e agradáveis.

 

Aprecie o envolvimento da geração mais jovem

Muitos proclamaram a alegria dos momentos de pais orgulhosos pegando seus filhos abraçando as vacas e observando seus netos ajudando nas tarefas, enquanto se maravilhavam com a sensação calorosa de gerações envolvidas na fazenda da família.

Da mesma forma, o momento favorito de Jason Kline é observar seu filho bebê jogando feno para as novilhas.

O que Heather Ann Moore mais gosta é a ordenha com seus filhos.

"Meu filho mais velho acha que eu o faço ir para a ordenha porque preciso de ajuda, mas, na verdade, acho que nós dois precisamos da oportunidade de nos conectar um a um, e o barracão das vacas é o lugar perfeito para isso", diz ela.

 

Seja grato por desenvolver a genética do rebanho

Alguns são movidos pela emoção do progresso genético. Eles citam o sucesso como suas principais fontes de orgulho e prazer: de admirar um grupo ou um barracão cheio de vacas com alta classificação e pedigrees bons - a criação e propriedade de vencedores nas exposições ou gigantes genômicos - ou a antecipação que vem com um animal jovem especialmente excitante.

 

Admire as personalidades individuais das vacas

Peculiaridades individuais e tendências interessantes são o que mais divertem alguns criadores.

Emily Monnat diz que gosta quando certas vacas entram na sala juntas. "Mães e filhas, irmãs, um grupo todo de filhas do mesmo touro", diz ela. “Pequenas coisas que só alguém que as conhece e as ama notaria.”

 

Encontre contentamento nas coisas simples

Outros apreciam coisas aparentemente simples, como tarefas domésticas, o apoio da família, o cheiro de feno fresco ou o brilho rosado de um pôr-do-sol nos silos e no teto do celeiro. Os pontos turísticos e paisagens que experimentamos todos os dias e ainda podem nos fazer parar em nossas trilhas e nos tirar o fôlego.

Lisa Middendorf descreveu esse cenário e a tranquilidade que as manhãs agrícolas proporcionam a ela.

Ela aprecia “ir ao celeiro nas frias e frescas manhãs de Minnesota e aproveitar um momento a mais para olhar as estrelas e oferecer uma pequena bênção”.

Os momentos rurais favoritos de Rena Mae Grover refletem isso.

"Sou sempre a primeira no estábulo pela manhã", diz ela. “Quando eu ando na porta e todos os pequenos estão dormindo, é a hora mais tranquila do dia, e isso sempre me deixa tão feliz. Eu amo as manhãs antes do sol nascer e não há movimento - a fazenda é o melhor lugar para estar. ”

Numerosos fazendeiros definiram certos sons familiares como estimados, pois podem se associar com momentos específicos e boas lembranças. O som da bomba de leite zumbindo era um dos favoritos dos fãs.

 

Meus pontos positivos

Para mim, estar criando e trabalhando com gado ao lado do meu namorado, Matt. Eu adoro vê os animais felizes, devorando uma nova pilha de feno. Eu gosto de criar uma novilha especial. Temos a satisfação de informar nossos parceiros de negócios sobre uma classificação ou evento interessante. Adoro promover a marca da Linehan Jerseys e atualizar nossas páginas do Facebook e do Instagram com acontecimentos felizes e pedigrees bacanas. Eu fico feliz por ficar atualizado sobre as notícias do setor, bem como aprender com meu pai e outros colegas e mentores do agro. E eu amo celebrar os triunfos dos amigos.

É compreensível sentir-se frustrado, magoado, derrotado ou furioso às vezes. Esses sentimentos são válidos. Mas, não permita que as lutas roubem sua luz do sol. Lembre-se do seu "porquê". Vamos contar nossas bênçãos, encorajar uns aos outros e lembrar por que fazemos o que fazemos. Por que trabalhamos e nos importamos e amamos tanto. Há muito para comemorar. Vamos apreciar melhor os momentos e prazeres especiais e destacá-los uns com os outros.

Eu desafio você a cultivar uma cultura de felicidade e gratidão a cada dia - em seus celeiros, lares, conversas e corações.

 

*LAURA HOLTZINGER é escritora freelance do Copake Falls, de Nova Iorque (EUA). Ela também é co-proprietária do Linehan Jerseys.


Disponível em: https://www.progressivedairy.com/blogs/guest-blog/perpetuating-the-positives?fbclid=IwAR1u4F6WzvnMSH46k3Xkk2JIQspdXBJx1JXRYps7kdSMycJTi0qPiQPfCKA#.XMLq0TLD5UA.facebook

 

Foto: Chase Thompson, de dois anos de idade, adora dar ração para as novilhas de exposição de sua família. Sua tia Carly Shaw afirma que "se deixá-lo, ele vai alimentá-las o dia todo.

  • Perfil de uma vaca Jersey com baixo risco de descarte

    Marcelo de Paula Xavier

    Produtor Rural, Administrador de Empresas e Mestre em Agronegócios

    Perfil de uma vaca Jersey com baixo risco de descarte

  • A batalha comercial entre China e Estados Unidos afetará o Brasil?

    Maria Flavia Tavares

    Economista, Doutora em Agronegócios, Proprietária da MFT Consultoria

    A batalha comercial entre China e Estados Unidos afetará o Brasil?

  • O Herd Book e os primórdios do Melhoramento Genético

    Victor Breno Pedrosa

    Zootecnista, Prof. Dr. de Melhoramento Animal e Estatística

    O Herd Book e os primórdios do Melhoramento Genético

Proluv
Top